Marrocos

 

Sahara desert
Sahara desert

Marrocos tornou-se um destino anual “obrigatório” desde 2010. É aquela viagem para limpar a alma. Volto sempre mais leve, mais humilde, mais feliz, e mais apaixonada… Sou VICIADA neste país, vou sempre com a ansiedade de quem vai pela primeira vez.

Então como não podia deixar de ser vai ser tópico de conversa por aqui.

Deixem-me que vos diga que em todas estas viagens nunca fui de avião, não faço ideia de como seja essa experiência. Nós vamos de 4×4 (Land Rover always) com grupo de amigos ou sozinhos.

Ferry – Travessia Estreito de Gibraltar

A travessia é feita numa coisinha destas e é viagem para demorar 45 a 90 min dependendo de ser um fast-ferry ou não.

E onde dormimos? Bem vai do 8 ao 80 num instante. Hoje camping, amanhã Hotel, depois Aubergue, ou Riad só porque sim. Então não vão faltar por aqui sugestões para agradar a “gregos e troianos”. Confesso que sou fã do campismo, principalmente em Marrocos mas admito que passadas 2 a 3 noites a acampar me sabe pela vida “alampar” numa cama á séria!

Omelete berbere

E o que comemos? Bemmmmm eu ADORO a comida marroquina adoro as tagines, as brochettes, a harira, o couscous, a pastelaria… os batidos, os sumos, o chá de menta. Daí que por mim comia somente isto desde a chegada. Mas tal não é possível porque vamos em modo TT (todo-o-terreno) 80 a 90% do tempo pelo que vamos abastecidos de Portugal com enlatados, panados, carne congelada para grelhar, enchidos, queijos etc… (irei falar sobre toda esta logística num post dedicado á preparação da viagem)

E porquê de jipe? Viajamos a Marrocos neste registo porque somos entusiastas Land Rover e apaixonados pelo off-road. Marrocos é um país de contrastes, de paisagens de cortar a respiração, acreditamos que esta é a melhor forma para conhecer e aproveitar este país incrível.

Can’t wait to show you all!!!

Jantar de Domingo #1

 

Jantares de domingo…

Isto é jantares de sofá, jantares onde abundam as “gordices” e o bom vinho. Jantares demorados, os meus preferidos, jantares a dois, jantares de amigos, jantares de família… and so on…

Jantares estes que vão andar muito por aqui, e que tanto podem acontecer ao domingo, como ao sábado, como a terça, como a sexta. Que podem não ser jantares mas almoços ou lanches ou ceias…. bem vocês estão a perceber a ideia… Guilty food all the time

Ora o repasto deste dia (que por mero acaso, foi mesmo um domingo de sol e frio ideal para um lanche ajantarado) foi:

O vinho

Monte do enforcado 2013, vinho regional Alentejano, vinho de cor escura, encorpado, na minha opinião ideal para acompanhar queijos e carne.

O repasto

  • Presunto floresta negra, intensamente aromático e fumado
  • Linguiça picante
  • Torresmos
  • Queijo gorgonzola
  • Queijo da ilha 6 meses de cura
  • Queijo de cabra
  • Doce alperce
  • Folhado e alheira e espinafres (home made)
  • Azeitonas verdes descaroçadas temperadas pelo hubby
  • Pão prokorn e tostas com sementes de girassol

Hope u enjoy

Alentejo

“Searas de trigo louro

Que o sol fecunda e aquece.

Cada aldeia é um tesouro,

Quem as viu, nunca se esquece.”

poeta Manuel Parente Trindade


Devo começar por me confessar “Alentejo dependente”. E porquê?

Porque no Alentejo vive-se uma vida mais lenta, mais plena, mais calma. Longe das grandes cidades e da confusão, da correria do dia-a-dia aprecia-se o que de melhor (pelo menos para mim) a vida tem, boa comida e bom vinho.

No Alentejo come-se e bebe-se muito bem. Beber, comer, petiscar por aqui é um estilo de vida, e meus amigos haverá lá melhor forma de viver.

Monsaraz
Monsaraz
Herdade do Esporão
Herdade do Esporão

Vou deambular muito por este “meu” Alentejo, por onde já andei, e por onde ainda vou andar.

Pelos vinhos do meu coração! Herdade do Esporão, Carmim, Borba, Redondo, Cartuxa entre muitos, muitos outros.

Pela comida! Oh senhores… por onde começar! Sopa de cação, Sopa da panela, Lagartos, Migas, Enchidos … os queijos!!!

Alentejo
Alentejo

 

let the journey begin…